Gestão com pessoas: Sinergia

Publicado em Carreira

"E o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua;
e isto é o que começam a fazer; e agora, não haverá restrição
para tudo o que eles intentarem fazer.” Gênesis 11:6.

A sinergia é um dos itens mais enfatizados na Bíblia, analisando cuidadosamente seus textos podemos enxergar vários exemplos. Hoje em minha leitura diária encontrei o primeiro registro do poder da sinergia empregada sob o contexto humano.  E analisando cuidadosamente observei que alguns aspectos se empregados corretamente geram uma energia propulsora de transformações incríveis.

O primeiro aspecto era a questão de ser um, ser único e ter uma mesma linguagem. Organizações que descobrem o segredo de ser uma só, mesmo que possuam muitas unidades e filiais, descobrem a chave do sucesso. A melhor maneira de formar ou transformar uma equipe é criando uma visão única, uma única identidade, um único modelo de trabalho, um único ideal, uma única meta, etc. Isso não quer dizer que esse modelo ou identidade não possa mudar, mas tratemos disso em outro momento.

Deus viu um povo único, com um mesmo sonho a colocar em prática um projeto e diz agora não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer.  Assim é a equipe que se une e cria uma sinergia verdadeira, sem medo dos conflitos, rupturas e das dores naturais de um crescimento, ela não tem mais limites em suas conquistas. Extraordinário descobrir que planos e projetos são sempre bem sucedidos quando impetrados por uma equipe coesa e aqui se encontra o segundo aspecto a ser analisado.

Esse texto descortinou em minha mente, que a questão atual não são os idiomas diferentes, mas linguagens diferentes. Então devemos buscar o mesmo entendimento sobre os assuntos, um alinhamento de visão.  Em um país como o Brasil, observamos palavras diferentes com o mesmo significado, você fala tangerina no Rio de Janeiro, bergamota no Rio Grande do Sul e no Rio Grande do Norte fala-se mexerica.  Ou seja, todos falam a mesma coisa de formas diferentes e, portanto em qualquer desses estados todos podem saborear essa fruta (não vou entrar nos detalhes de qualidade de cada um ou espécie, estou generalizando o termo).

Mas isso que nos parece simples num primeiro momento, é complicadíssimo se não abrirmos os ouvidos atentamente para entender as ricas diferenças na forma de expressar a mesma coisa. É normal cortar uma pessoa quando esta fala, porque se imagina que o que ela vai dizer você já conhece ou pior ainda que seja contra o que você disse, e tem os casos em que a pessoa simplesmente quer repetir da forma que entendeu para assimilar melhor e não lhe é dado essa oportunidade. Bem está formada a confusão, simplesmente pelo fato de que não houve empatia por parte do time.

A linguagem corporal, o tom da voz e as palavras não ditas valem muito no processo de comunicação. Sim a comunicação é novamente a raiz da questão, então praticá-la como um só é a chave, fale e ouça sempre como se fosse você, coloque-se na posição de ouvinte e na posição de locutor ao mesmo tempo. Depois disso não haverá limites nas conquistas da equipe, já que a base se consolidou com uma comunicação única.

O mesmo vale ainda para a comunicação escrita. Interprete as entrelinhas, aquelas palavras que não foram ditas, mas que estão lá se você quiser observar atentamente.  É mais difícil, eu sei, mas pode ser realizado.

Renata Valéria Lopes. Profissional com mais de 20 anos na área de Tecnologia da Informação. Graduada em Processamento de Dados e Pós-graduada em Gestão Empresarial.


Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado
No tweets found.

Newsletter

Receba notícias do MNT no seu e-mail
  • agilebrazil-logo
  • fgsl 180x150