Gestão com Pessoas: Liderar é Comunicar. Então comunique e não fale apenas.

Publicado em Carreira

Nas férias de final de ano, coloquei a leitura em dia. E o tema central dos livros e blogs era mudanças organizacionais e questões de reconhecimento através dos modernos processos de avaliação (quantitativos e qualitativos).  Esses temas preocupam as organizações em todos os níveis. Afinal não há “bala de prata” que resolva a base de todos os problemas, a tal COMUNICAÇÂO.  E meditando sobre o assunto surgiu algumas reflexões.

Comunique bem para que possas liderar bem.  Não há nada mais estratégico do que a comunicação dentro do contexto da liderança.  A base da liderança é o exemplo, isso não significa saber fazer tudo, mas ter coerência em suas atitudes, ações e decisões.  Mas toda liderança natural precisa ser aperfeiçoada e desenvolvida.  É um conceito de auto mudança gerencial, no qual eu me aperfeiçoo e posso gerir melhor.  Nesse processo uma das melhores ferramentas é o feedback.

Feedback é uma mensagem reversa ou o exercício da meta comunicação.  “Feedback consiste em informar uma pessoa sobre o seu desempenho com o objetivo de orientar e estimular ações de melhoria”1, definição do Prof. Bernardo Leite, experiente psicólogo com anos de trabalho em gestão de pessoas.

Então se comunicação é falar e ouvir, então o feedback é uma reorientação dada a uma pessoa. Você fala e o liderado sai para a ação, no meio do caminho é necessário reorientá-lo, o problema é que a maioria dos líderes não verifica se comunicou bem da primeira vez e muito menos após um tempo.  O acompanhamento não é realizado, muitas das justificativas são a falta de tempo, pois realmente isso vai demandar uma agenda livre para reforçar os pontos de orientação.

É cada dia mais frustrante no final de um período pré-estabelecido, apenas ter uma mudança brusca de direcionamento, sem que para isso existissem reuniões de acompanhamento e avaliações intermediárias.  Ou ainda achar que está tudo claro, como se os liderados possuíssem bolas de cristal.  O inverso também é verdadeiro.

Então por onde começar?  Antes de mudar de novo, reflita com algumas perguntinhas:

  • Que tal descobrindo quem você lidera?
  • O que você espera dos seus liderados?
  • Que resultado você almeja?
  • Como vais comunicar?  Que estratégia será utilizada para manter essa mensagem ativa na mente dos seus liderados?
  • Como vais acompanhar o processo e apresentar feedbacks?
  • Se necessitar mudar o rumo do processo, como será encaminhado?

1 II ENCAD RH apresentado no CRA-RJ 2011

Fonte: rvlopes.wordpress.com

Renata Valéria Lopes. Profissional com mais de 20 anos na área de Tecnologia da Informação. Graduada em Processamento de Dados e Pós-graduada em Gestão Empresarial.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado
No tweets found.

Newsletter

Receba notícias do MNT no seu e-mail
  • agilebrazil-logo
  • fgsl 180x150
  • latinoware